0
0
0
s2sdefault
 
 
 
Ao menos 61 ônibus da empresa Integra Salvador Norte, do transporte coletivo de Salvador, foram destruídos em um incêndio na madrugada desta segunda-feira ( 29/01).
Além disso, ficaram destruídos um micro-ônibus e uma caçamba e 16 coletivos ficaram parcialmente queimados.
O prejuízo estimado para as empresas de ônibus é de cerca de R$ 20 milhões. 
As chamas começaram por volta da 1h na garagem que fica na Avenida Santiago de Compostela, Parque Bela Vista. 
As causas ainda serão investigadas, mas informações iniciais dão conta que o fogo começou em um dos veículos e logo se espalhou para os próximos. 
Os veículos atendiam linhas das regiões da Boca do Rio, Nordeste de Amaralina, Pituba e Vale das Pedrinhas. 
Ao G1 da Bahia, o secretário de Mobilidade Urbana, Fábio Mota, o sistema só deve ser normalizado amanhã. “Vamos trabalhar muito para amanhã normalizar o sistema de transporte da cidade”, afirmou. 
Além da população, cerca de 300 rodoviários foram afetados. Hélio Ferreira, presidente do sindicado dos rodoviários, disse que "estamos preocupados também com os trabalhadores. Não vamos permitir que a empresa coloque para fora esses pais de família, que vieram trabalhar hoje cedo e encontraram os veículos queimados". 
O prejuízo estimado para as empresas de ônibus é de cerca de R$ 20 milhões. 
As chamas começaram por volta da 1h na garagem que fica na Avenida Santiago de Compostela, localizada no Parque Bela Vista. 
As causas ainda serão investigadas, mas informações iniciais dão conta que o fogo começou em um dos veículos e logo se espalhou para os veículos próximos. 
Os veículos atendiam linhas das regiões da Boca do Rio, Nordeste de Amaralina, Pituba e Vale das Pedrinhas. 
Ao G1 da Bahia, o secretário municipal de Mobilidade Urbana, Fábio Mota, informou que o sistema só deve ser normalizado amanhã, terça feira. 
“Vamos trabalhar muito para amanhã normalizar o sistema de transporte da cidade”, afirmou. 
Além da população, cerca de 200 rodoviários foram afetados. Hélio Ferreira, presidente do sindicado dos rodoviários, disse que "estamos preocupados também com os trabalhadores. Não vamos permitir que a empresa coloque para fora esses pais de família, que vieram trabalhar hoje cedo e encontraram os veículos queimados".
0
0
0
s2sdefault